"Hoje é o dia da Sabedoria"


"Hoje é o dia do homem filósofo, em seu criar existem mais de quatro estações, dezesseis insuficientes questionamentos que faz do seu "gosto", transformar "ao gosto" da humanidade, entre fogos com ou sem artifícios".

"A arte do filósofo é filosofar com a cabeça, mas pensar com as suas pulsações". Até o próximo batimento! 

16 de Agosto de dois mil e dezessete. 

Comboio Ameríndio - Embarcação Indígena

"De todos os caminhos na vida há um que importa mais: é o caminho que nos leva ao ser humano". -Provérbio indígena. 

Em exórdio ao dia internacional dos "Povos Indígenas", hoje, você irá embarcar neste caminho significativo a nossa cultura brasileira que merece ser destacada, o escopo para as datas sobre o povoamento aborígine da etnia do nosso país, amentar as batalhas que essa "terra" avivou para manter as suas verdadeiras e belas origens. 

"Quando o sangue nas tuas veias voltar para o mar
e a rocha nos teus ossos voltar para o solo, talvez
Então te lembres que esta terra não te pertence,
És tu que pertence a esta terra". -Provérbio indígena.

Prezado, nativo ou não do Brasil, quaisquer que sejam as nossas nacionalidades temos sempre que respeitar as nossas diversidades, pois somos uma "faculdade" de semelhanças e diferenças, porém somos únicos como seres humanos e, o que somos sem as nossas verdadeiras e únicas origens? Homens, que apenas respiram, mas esquecem da nidificação que distingue a sua natureza, o seu desenvolvimento como ser e de sua naturalidade? Em razão, trouxemos mais detalhes sobre para você conhecer:

O 1º marco da identidade indígena na América do Sul

Data marcada em 1943, porém foi em anos anteriores, especificamente em 1940 que teve a atuação do "Primeiro Congresso Indigenista Interamericano" no México, com a participação de autoridades governantes deste período e diversos líderes indígenas dos territórios do continente americano. -Referente ao dia 19 de Abril.   

O 2º marco dessa nação foi: A criação do "Dia Internacional dos Povos Indígenas", data criada em "9 de Agosto de 1995" para a garantia de direitos humanos à esta população. 

Até o próximo embarque!

Comboio Linguístico - Embarcando em Páginas

Hola, lector.

"Comboio Linguístico - Embarcando em Páginas" de hoje, traz um embarque alvedrio para o continente europeu, essa viagem será em um país no qual os romanos designavam como "Hispânia". A par de convidá-lo para essa embarcação autóctone espanhola, atilamos uma dica imperdível, conhecer a obra "Segredos do Espanhol - O Guia Essencial para falar Espanhol" do professor Juan Carlos. Título disponível para download gratuitamente em https://www.espanholdojuan.com.br/livro-de-espanhol-gratis/ e se existir ainda mais interesse por esse idioma não fique sem cadastrar-se na "Semana do Espanhol" acessando https://www.espanholdojuan.com.br/semana-do-espanhol/ para adentrar nesta maratona linguística. 

¡Hasta el próximo viaje!
¡Hasta el próximo arte!

Conexão Fenomenal: Embarcando em Agosto

Olá, ilustríssimo visitante. Tudo bem?
Hoje temos novidade em nosso trilho, já está disponível a edição nº 26 da "Revista Conexão Literatura" para apreciar os seus conteúdos em
http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2017/07/ja-esta-disponivel-nova-edicao-da.html. Uma embarcação de astros da "literarte" que traz em especial o destacamento de um dos mestres do terror e suspense nacional, o autor J. Modesto. Com uma escrita de qualidade e várias obras publicadas, Modesto mostra que tem fôlego para publicar muito mais. Confira com exclusividade a entrevista que fizemos com ele nas páginas desta edição em http://www.fabricadeebooks.com.br/conexao_literatura26.pdf.
Entrevistas, contos e crônicas fazem parte desta disseminação. 

Leia, comente e compartilhe com os amigos ;)

Até o ulterior propagar! 

Comboio Linguístico - Embarcando em Páginas

Hello, reader. 

Hoje gostaríamos de convidá-lo para conhecer o principal idioma de comunicação universal, a language inglesa.
O site https://ingleswinner.com/ está disponibilizando a todos que acessarem uma destreza de técnicas exclusivas para quem deseja obter resultados positivos rapidamente. Reserve a sua vaga gratuitamente e tenha acesso free as aulas do professor Paulo Barros em https://www.facebook.com/ingleswinner/?hc_ref=ARSqarF2cdqkdftnOUTS4zMfsh0_r3rkVd5-gYEjlK8yLaRkjei3SxrS4_cPZHpbztQ&fref=nf&pnref=story e também realizando o download de seu e-book em http://site.ingleswinner.com/guia?utm_source=site&utm_medium=footer&utm_campaign=materiais-gratuitos-de-ingles, obra que traz ferramentas e dicas indispensáveis para se tornar um verídico fluente nessa linguagem. 


Until the next stop!
Have a good time!

Comboio Linguístico - Embarcando em Páginas

Olá, prezado viageiro. Hoje vamos embarcar no trilho alemão, em uma nova tática pelo livro "Alavancando os seus estudos no Alemão 1.0" engenhado pelo autor, professor Rodrigo Nunes do E. Santo, que engendrou e fundou o "Curso de Alemão E-Fritz", conheça as seguintes preciosidades: 

Minha história com o idioma alemão
Compensa aprender alemão?
Faça seu cérebro trabalhar a favor 
Se eu começar agora, onde posso chegar?
Entendendo a dinâmica das palavras no alemão
Como conjugar verbos em alemão
Formando o passo no alemão

E outras que estão disponíveis acessando https://www.estudaralemao.com.br/ e realizando o download gratuitamente dessa obra. Livro escriturado pelo tradutor de alemão e inglês para a língua portuguesa que já realizou traduções em mais de 15 mil páginas de conteúdo perdurante a sua carreira, com clientes em mais de 6 países. 

Até a próxima paragem! 

Embarcação Artística - Vagão de Traços


Olá, prezado viajante. Hoje iremos dar "10 passos para se tornar um Desenhista", e em razão convidamos-lhe para embarcar conosco nesta viagem representada por meio de traços artísticos e ideias do autor Laerte Galesso, que está disponibilizando esse conteúdo gratuitamente em http://ebook.abraonline.com.br/ para quem desejar conhecê-lo. Professor e escritor da ABRA- Academia Brasileira de Arte que engenhou essa obra com base aos seus 40 anos de experiência em avivamentos ao seu oficio como professor de desenho, trazendo em sua metologia de ensino a oportunidade de não apenas aprendermos a desenhar, mas inclusive termos chances de nos tornar desenhistas profissionais, desenhadores que saiba representar linhas, rabiscos de maneira artística com aptitude e significância aos nossos públicos. 

Até o próximo embarque!

Comboio Linguístico - Embarcando em Páginas


Bonjour, cher lecteur. Tem curiosidade pela língua francesa e não sabe como aprendê-la gratuitamente? Se a sua resposta for positiva acesse o link http://francescultural.com/dwld-livro/ e faça o download da obra "Como aprender Francês - O livro definitivo" do autor Rafael Tosta. Livro que lhe dá a oportunidade de sair do 0% de seu conhecimento ao idioma e chegar a 100% se tiver a influência linguística que o título nos proporciona. 

Seja fluente nesta língua, tenha curiosidade para adentrar neste "manual francês" e tenha excelentes aulas por meio das páginas e como incentivação destacamos do capítulo 10:

"Um louco sem resultados é chamado de louco. Um louco com resultados é chamado de gênio".

Até a próxima paragem! 
Jusqu'à la prochaine art!

Entrevistando uma Literata, Uma viajante no vagão de Esopo

Olá prezado leitor, visitante, seguidor. Hoje, gostaríamos de convidá-lo para degustar mais um chá da tarde ou um café refinado de aventuras em nossa segunda entrevista em nosso comboio. A viajante convidada aceitou o nosso convite para ser entrevistada pela nossa equipe. Saiba quem é ela, continuando a viajar nesse trilho. 


1. ENV (Esopo no vagão): Quem é a escritora?
Autora: Uma que já nasceu escrevendo. 

2. ENV: Sua data de nascimento?
Autora: 13 de Maio de 1951

3. ENV: Uma breve biografia curricular?
Autora: 3 décadas de TV, em defesa da saúde e da condição da mulher, programa de rádio, TVs Gazeta, Rede Mulher de TV e Rede Bandeirantes de Televisão; 13 livros publicados; há 17n anos editando e publicando, todos os dias, na Internet, o Portal SAÚDE&LIVROS (www.isabelvasconcellos.com.br)

4. ENV: Em que país mora? Cidade?
Autora: São Paulo, SP, Brazil

5. ENV: Já fez parcerias com blogs, revistas, editoras ou outras fontes de comunicação? Se, cite-os:
Autora: Não entendi. O que quer dizer "parceria"? Já trabalhei para várias revistas, sites, etc. Escrevo regularmente, há 20 anos, na revista UpPharma. Já escrevi para vários jornais. Tive coluna semanal no Diário Popular. Escrevi para os sites WMulher; um site de política cujo nome agora me foge; para um tb do Ricardo Veríssimo (tb esqueci o nome).

6. ENV: Tem interesse em realizar parcerias com blogues literários? 
Autora: Depende. 

7. ENV: É a sua primeira entrevista?
Autora: Hahaha... já dei mais de 4 ou 5 mil...

8. ENV: Lançou alguma obra? Quais? Editoras que as lançou? 
Autora:  Editoras: Republica Literária, Cultrix, Soler, Barany, Livrus 

9. ENV: Quantas obras já lançou?
Autora: 13

10. ENV: Qual é o seu objetivo na literatura?
Autora: Nenhum

11. ENV: Quais autores expiram-lhe a escrever?
Autora: Nenhum

12. ENV: Em sua opinião como leitora, o que falta os escritores inventarem para o "universo da leitura"?
Autora: Nada

13. ENV: O que é ser escritor (a) para você?
Autora: Um fardo, no Brasil

14. ENV: Está lendo obras atualmente? Quais? Por quê?
Autora: Leio tudo o que me cai nas mãos. Estou lendo Graham Greene no original em Inglês e tb estou relendo Maria José Silveira. Porque gosto. 

15. ENV: Qual a diferença de um escritor e um leitor?
Autora: Ativo e passivo.

16. ENV: Quais as dicas você daria para nossos leitores, seguidores e visitantes que adorariam algum dia terem a chance de lançarem obras literárias?
Autora: Nunca desistam.

17. ENV: Quais os links de suas redes sociais para os nossos embarcadores conhecerem-lhe?
Autora:  www.isabelvasconcellos.com.br lá tem todos os links. 

18. ENV: Atualmente está escrevendo alguma obra? Os nossos leitores podem saberem um pouco de seus atuais trabalhos em mente? Gostaria de prestigiá-los contando um pouco de suas futuras criações?
Autora: Estou escrevendo a continuação de "O Amor me Esperava em África" que talvez se chama After África. 

19. ENV: Se fosse para você escrever uma obra com algum autor ou autores, escreveria com alguém? Por quê?
Autora: Já escrevi com o psiquiatra Dr. Kalil Duailibi e com uma amiga virtual, porque ela me pediu. Infelizmente ela faleceu e não viu o livro pronto. 

20. ENV: Quais gêneros literários tem mais preferência, mais afinidade, mais aprecia para escrever, elaborar os seus engendrares?
Autora: Contos e poemas. Mas tb gosto dos romances. 

21. ENV: O que você não escreveria para ser publicado?
Autora: Não sei.

22. ENV: Quais as suas ânsias (vontades) como escritora?
Autora: Ser lida. 

23. ENV: Se fosse possível mudar algo de suas obras já propagadas, mudaria? Por quê? Quais?
Autora: Não. Não mudaria nada.

24. ENV: O que a autora acha que uma pessoa que escreve precisa fazer para o seu ou os seus trabalhos serem reconhecidos mundialmente, sem precisar publicar livros? A escritora acha que é possível alguém que escreva livros ter o seu talento divulgado e conhecido sem precisar realizar publicações com editoras, como por exemplo fontes de escrituras como watppad, blogues, sites?
Autora: Não sei.

25: ENV: Quem é a Isabel Fomm de Vasconcellos? Como que é a rotina dela como escritora, jornalista, apresentadora de rádio, TV e diretora de projetos para meios de comunicações?
Autora: Meu nome é Isabel FOMM. Minha rotina é de trabalho duro, muito mais que 8 cômodas horas ao dia. 

26. ENV: Honraríamos com futuras entrevistas? A nossa equipe adoraria marcar um segundo encontro literário com você, prezada autora, nos considerada uma multiartista caso tenha interesse. 
Autora: Basta perguntar. Adoro responder. Grata pela oportunidade. Beijos. 


Esopo no vagão cordialmente agradece por prestigiar os nossos passageiros com a sua arte. 

Comboio dos Gênios: Hoje é dia de Blaise Pascal

Quem é o prodígio Blaise Pascal? Prezado leitor, quer saber quem é esse gênio?

Hoje a nossa viagem será matematicamente infinitesimal aos cálculos científicos deste filósofo francês. 

Será um oriundo que aos dezenove anos engendrou o percursor dos primeiros computadores em pleno século dezessete. Blaise ainda adolescente tinha uma capital intelectual inegável, inesgotável e inefável de conhecimento, o que fizera criar a primeira calculadora mecânica universalmente. O seu progenitor tinha aptidão para a matemática e foi responsável pela educação de seu filho, que enviou uma demonstração matemática para o filósofo, físico e matemático René Descartes, pensador que desacreditava que aquele engenhar poderia ter sido designado por um jovem de dezesseis anos, pois existia um refinamento sapiente na criação batizada de pascalina, construtivo que possibilitava contas de adição e subtração, porém o dispositivo não tornou um sucesso na época "saída do forno pascal", devido ao seu custo altíssimo. A máquina numeral com opcionalidade é considerada o primeiro percursor do computador moderno pela solércia mentalística do gênio, sortilégio pela carreira científica. A sua fenomenalidade teve participação não apenas na teoria das probabilidades, mas um problema trazido para si por um de seus amigos em relação aos jogos de azar, fez com que o jovem inventador e o eminente Pierre de Fermat trocassem várias ideias por meio de cartas tratando as suas dúvidas e questionamentos ao tema, porém não foram formalizadas, propagadas a matemática de suas probabilidades sobre tal questão. 
Blaise Pascal com a sua autodidata desmoronou tabus constituídos a séculos sobre o universo da ciência, como a noção aristotélica de que "a natureza abomina o vácuo", perfazendo experimentos com o mercúrio, assim mostrando a todos que a presença do vazio na natureza era uma possibilidade bem concreta de existir e não apenas ser um pensamento de uma teoria filosófica brotada ainda na antiguidade dos passos que dava vida para chegarmos as nossas atuais secularidades.

A calculadora pode ser um jargão, exceto se conseguirmos compreender a sua matemática maquinalizada, até a próxima embarcação!


Croqui Literário de Saí da Microsoft para mudar o Mundo

Prezado leitor, você sairia de seu emprego, de sua estabilidade financeira e social para tentar mudar o mundo de uma vida ou mais? 

Você pode ser a "ESPERANÇA" de alguém!

Hoje trazemos resquícios da obra "Saí da Microsoft para mudar o Mundo" do autor John Wood, o nosso esquisso tem como base suster a ideia que podemos mudar sim, aos poucos o mundo em que avivamos e integramos com as nossas diferenças e semelhanças como seres humanos. 
O título tem como principio ressaltar que não apenas ele (o protagonista da história verídica) pode mudar o mundo, mas inclusive todos os seres humanos existentes. Obra literária que retrata em todos os momentos, em torno dos vinte e quatro capítulos e o epílogo da vida de John Wood em sua trajetória objetiva a liderança e o saber liderar, o autor e escrevente John sem sombras de dúvidas faz o leitor refletir uma realidade de precarização de ensino e educação, e em muitas dessas "cenas" retratantes, "episódios", foi possível destacarmos alguns focos que o livro nos conduz, e um desses destaques é a questão de muitos terem a oportunidade de alavancar na vita, se tornar uma pessoa a cada aprender novo mais "mesclada" academicamente, e muitos destes não darem "valor" ao o que próprio conseguiu e aos poucos chegou. É um trabalho para fazer incitar o leitor a cada capítulo uma análise minuciosa sobre si, diante dos relatos de Wood, contando que muitas crianças, pessoas adultas, algumas destas não tinham acesso ao ensino, à oportunidades para conhecerem o universo literário, devido habituarem em regiões "precarizadas" financeiramente e serem, infelizmente, lugares sem fontes "administrativas", "instrutivas" e que permitisse essas vidas um novo olhar com cordialidade pela sede, estiagem de um futuro menos pior e melhor do que o seu presente. Indivíduos que apesar de todos os apesares, tinham dentro de si sede de conhecer, de devastar cada conhecimento e aprendizado em algo "auxiliante", que lhes fizesse diferença. 
Uma fonte literária "eletrizante" , literalmente, do começo ao seu fim, devido ser uma história de luta e batalha, pode-se dizer que esta narração aborda a real das infelizes realidades estrangeiras, ou seja, muitas vezes deparamos com avistações de patamares altos financeiramente e uma realidade que passa em nossos olhares, as vezes uma dócil vida que não transborda as suas questões "prezarizantes", e, ao realizar a leitura dessa narração podemos reafirmar que o universo, globalmente, tem muito o que fazer, tem muito o que mudar, transformar, em exemplo categoricamente as situações "desfavoráveis " que muitas localidades "carentes" de vários países, cidades vem a constar, e sofrem, exclusivamente se tornam áreas "desprivilegiadas" por um ensino melhor, por uma "formação" menos "indócil" como cita no livro: 
-"Dizemos aos pais, especialmente aos pais de meninas: não deixem as suas filhas se tornarem prostitutas ou largar a escola, se elas permanecerem até o nono ano, vão aprender inglês, vão aprender a mexer com computadores e terão maiores oportunidades e uma vida melhor", esta parte constada no capítulo vinte da página cento e noventa e quatro, "clareia" a mentalidade que se nasce no psicológico das pessoas que vivem ou não em um patamar menos "flexível". O autor não apenas focou em seus escritos vivenciados, mas especialmente na convicção e no pensar de cada ser humano, que se encontra em um "assolado" e "desmotivado" cotidiano. 

Até a próxima embarcação! 

Ou isto ou Aquilo (Cecilia Meireles)

Ou se tem chuva e não se tem sol
Ou se tem sol e não se tem chuva!

Ou se calça a luva e não se põe o anel,
Ou se põe o anel e não se calça a luva!

Quem sobe nos ares não fica no chão,
Quem fica no chão não se sobe nos ares.

É uma grande pena que não se possa
Estar ao mesmo tempo em dois lugares!

Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
Ou compro o doce e gasto o dinheiro.

Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
E vivo escolhendo o dia inteiro!

Não sei se brinco, não sei se estudo,
Se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda
Qual é melhor: se é isto ou aquilo.

Embarcação Umbrosa


O que será que tem de especial na tatuagem da protagonista Laura Cruz? Prezado viajante caso queira saber, assim como nós acesse https://www.arwenbooks.com.br/noite-sombria e adquira essa ficção de terror de 318 páginas com direito a um desconto na realização da compra. 

Até a próxima parada, sem ser em uma noite umbrífera! 

Ímpar Literário - Esotérico

"A felicidade se realiza no coletivo, no caminhar ombro a ombro, juntinho, em paz, uns colaborando com os outros. Ou, como diz aquela canção antiquíssima  da terra: é impossível ser feliz sozinho". - Fábulas do Futuro. 

O Polígrafo Ulisses Tavares gostaria de convidá-lo para um passeio em seu trajeto de lendas, incitá-lo a conhecer a sua fabulação "Fábulas do Futuro" que conduz o leitor em uma narração de aventuras as galáxias:

O dilema de Orion                 À flor da pele
Bonv e Marv                      Como usar a cabeça
A princesa dos asteroides H        A mensagem secreta
As gangs de Metalon       O mais rico, o mais forte ou o Sangue de Ilic                                               mais sábio?
O mar Ocian                             Animais de estimação
A dragona de Itapo                O sacerdote do universo
A difícil escolha                             O corpo e a alma
Armas poderosas                         O duplo
O melhor aluno                          O melhor aluno 
Negro amor

Em uma linguagem poligráfica e mágica avivamos uma obra contemporânea com hipóteses de uma presciência futurista sobre o mundo, o universo, histórias que trazem uma conjetura que talvez os manuscritos do autor, um mago da época medieval que durante um ritual realizado em uma caverna, fez com que ele tivesse uma série de visões sobre mundos futuros, foram sidos engenhados ao cônjuge com alienígenas para a criação do título. Em uma sabedoria ancestróloga saltamos aos costumes e as gerações de povoamentos não tão dessemelhantes as nossas espécies como mulheres e homens diante da manuscrita: 

"O amor é assim: enxerga o que te interessa. E o resto são bobagens de aparências". 

A arte com algumas semelhanças ao mundo dos homens ainda traz uma origem misteriosa e desconhecida humanamente, a obra não foi totalmente traduzida, ainda se encontra algumas de suas partes em grego antigo e latim, o que deixa especialistas e estudiosos duvidando que seja apenas uma criação imaginária, criando indícios de conexão do autor com outras fontes não acreditadas ou conhecidas para os seres humanos.  

Prezado leitor, conheça essa presunção do nosso planeta e deixe nos comentários o que achou dessa viagem futura.

Até o próximo embarque! 

Metaverso - Bastidor Literário

Olá prezado leitor, tudo bem? A reflexão de hoje é sobre o universo tecnólogo com a seguinte dúvida, viajar na tecnologia será que nos torna avatares do metaverso? Isso apenas saberemos se lermos a obra "Os Bastidores do Second Life: Notícias de um Novo Mundo" do autor Wagner James Au, ao índice de:

"Prefácio"

"Introdução do velho mundo para o novo mundo"
Uma breve história do metaverso

 "Alcançando o conhecimento da realidade virtual à companhia real"

"Imaginando a rede em 3D 
Quando o fluxo de dados se transforma em rios e céu"

"As engrenagens da criação"
A alquimia do conteúdo criado pelo usuário 

"A insensatez das multidões"
O propósito das lições na engenharia social do mundo On-line"

"Humanidade criada por si mesma"
Identidade e role-playing na geração digital

"Fazendo amor"
Romance e desejo digitalizados para sua projeção

"Construindo muralhas, defendo o território"
Disputas de fronteira e conflito cultural à sombra da guerra

"Quebrando tudo"
Democracia como modelo de negócios

"O avatar como empresário"
De criador de conteúdo a gerador de receita

"Investindo na utopia"
Guia básico para organizações e corporações 
Exploradoras do metaverso 

"Lei é código"
Crime e castigo no futuro da rede em 3D

"Construindo um mundo melhor"
Pesquisa, educação e ativismo em um mundo on-line"

"Convergência"
Um mapa rodoviário dos mundos
On-line para a próxima década

"Posfácio"

"Um breve glossário do Second Life"

"Três dicas para explorar o Second Life"

"Três dias para começar"
Negócios reais no Second Life

Exclusivamente do livro: O mundo virtual do Second Life já atraiu mais de um milhão de usuários ativos, milhões de dólares  e criou uma economia própria e muito real. Ele é agora analisado cuidadosamente, desde o seu surgimento até os dias atuais.
O autor Wagner James Au é uma das maiores autoridades no assunto: foi o primeiro jornalista desse mundo virtual, na forma de um avatar. Na pele dele, Au teve contato com diversas personalidades que conferem brilho ao Second Life. Au mostra as guerras travadas ali (às vezes, literalmente), as transformações que essas personalidades sofreram, os impérios de terras e de comércio que desenvolveram, os erros das empresas que querem fincar sua bandeira no metaverso, e sobretudo, a criatividade colaboradora que fez dessa sociedade uma imperfeita utopia, melhor em muitos aspectos que o mundo além de suas telas de computador.
Os bastidores do Second Life é um livro para todos aqueles que já estão nesse universo, para aqueles que querem conhecê-lo um pouco melhor e para qualquer pessoa que se interesse por novas tecnologias, tendências de negócios ou para os que sonham com um mundo novo.

Não deixe de conhecer essa tecnologia e atualidade literária, até a próxima partida!

Conexão Julho: Embarcação Festiva

Olá visitante, tudo bem? Já está disponível a nova edição da revista "CONEXÃO LITERATURA", julho/2017, editorial comemorativo aos dois anos de existência da nossa revista para o nosso público, e em razão temos como destaque o escritor e músico Martinho da Vila, entrevistamos o artista que está lançando o seu décimo quinto livro "Conversas Cariocas" pela editora "Malê", confira com exclusividade na página 5 acessando http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2017/06/escritor-e-musico-martinho-da-vila.html. Nas próximas páginas do link http://www.fabricadeebooks.com.br/conexao_literatura25.pdf, você poderá conferir também mais 2 audiolivros  gratuitos cedidos pela editora Alyá (Universidade Falada), super dicas de obras, entrevistas com escritores e uma com o organizador Vitor Abdala que comenta sobre o livro "Narrativas do Medo" (Editora Autografia), do qual um de nossos editores foram convidados para participar com o conto "O Balanço da Velha Árvore". A obra tem a participação de 17 autores e prefácio elaborado pelo ícone do terror R .F. Lucchetti. A arte será lançada na "Bienal do Livro do Rio de Janeiro". Esperamos que curtem essa edição e se possível, compartilhem em suas redes sociais. 

Até a próxima edição!

Viajando em "Ossos do Clima"

Prezado visitante, leitor, o catálogo da editora Arwen está com novidade para fazer você arrepiar com a misteriosa ficção do autor André Souto. Ossos do Clima, quem aceita avivar esse novo tempo, essa nova temperatura? Será uma anatomia ou uma viagem que mesmo talvez pequena não passaria despercebida microscopicamente  aos nossos olhos?

Sinopse: O misterioso desaparecimento de um renomado cientista, um roubo que deu errado e as mortes inexplicáveis de diferentes pesquisadores ao redor do mundo. Aparentemente nenhum desses fatos está relacionado, mas com o desenrolar da história fica evidente cada pequena conexão. Algumas nem tão pequena assim. Entre inúmeras perguntas sem respostas e enigmas que parecem insolúveis acontece, em Brasília, a cúpula Mundial do Clima, pano de fundo para tramas políticas que podem mexer com algumas das mais íntimas certezas dos protagonista desta trama, assassinatos e uma caçada pelas pessoas que podem mudar a nova ordem mundial. Junte-se a Alice Gianne e Amilton Vidal para tentar desvendar esse mistério e entender quais são os Ossos do Clima. -Exclusivamente de http://www.grupoarwen.com.br/obra.php?cod=6E2400EC18B6F1952F1053C65DF7A8B6

Adquira esses "ossos" em https://www.arwenbooks.com.br/ossos-do-clima e deixe essa "tempestade de emoções" aflorar o seu "jardim de ideias".

Até a próxima parada!

Dúbia Literatura - Embarcação Tragicômica

Em parceira com a editora "Três Irmãos", gostaríamos de destacar uma das obras que o editorial nos permitiu conhecer do autor Elicio Santos, que foi honrado por ficar em 4º lugar no Prêmio Literário Tomorrow com o seu conto "Às vésperas da minha morte". 
Prezado passageiro, hoje iremos visitar uma fábrica de vinte e três sentidos, um dúbio book. 

Fé e muitos gumes: Em um plangente silêncio o que pode ter acontecido com uma dona de casa?! Não estava bem ou será que tem algo por trás da perda de sua consciência?

Cartas marcadas: Conheça a história de Mara, será a sua imaginação ou seu real ou o seu alento em busca de realização para as suas vontades? A ânsia de saltar a água salobra ou o destrancamento do físico delgado e afoito para acoplar a sua utopia?

Engenharia social: Zé borrado, Zé alguma coisa, Zé invisível, quem é ele? Alcoólatra vida que perdeu o seu emprego, esposa e os batimentos cardíacos que ainda existirá, faltaste ser ou nascer um Zé da sorte.  

Sete vezes setenta: Em um feitio pentecostal, vincado, algoz a protagonista acredita cegamente na fé, fazendo-a visitar o homem que matou o seu marido e perfazendo-a viver um momento de susto depois de acreditar em um dos homens que chamava-a de irmã, frequentava a mesma instituição religiosa que ela. 

Assunção: Casada com um bípede masculino que parecia amar mais a utilização de substâncias tóxicas do que ela, Maria vivencia a realidade de seu companheiro. 

Câmara aberta: Será a puberdade? Curiosidade ou medo de falar e ser visto com outros olhos pelo público? Em estado púbere a fantasia inicia pela primeira vez para um dos estudantes que estava em um ônibus ao lado de uma jovem mulher. 

Gestos imortais: Será um marido ciumento por causa da maquiagem robusta que a sua esposa passou, para ele, ela e filho saírem juntos e, como demonstração por não gostar de vê-la toda produzida e com excesso de make acelerar o carro, transformando aquele passeio familiar, o último de seu filho e esposa, devido acidentá-los.  

Dezesseis: Um opala, um imberbe de dezesseis anos, uma corrida de veículos, a curva que o rebento Johnny conheceu, porém uma única vez passou por ela, o seu destino não lhe permitiu aventurar-se mais de uma vez, respirar novamente, pela curva que tirou-lhe do mundo dos vivos.

Tempo perdido: Um advogado criminalista depois de muito tempo sem reencontrar um de seus amigos do tempo de escola, em um dia qualquer de sua rotina dá de cara com um dos colegas de classe que eram mais próximos a ele, após ser fechado por um carro no trânsito e o mediador ir tirar satisfações com o motorista que havia lhe obstruído, suscitando lembranças e vivências entre ambos.

Código do silêncio: O silêncio coexiste para uma filha que é entregue por sua progenitora para uma cópula com o seu genitor.

Trevo de duas folhas: Conheça a história do escritor Jonas, um jovem poeta jogador de dominó, carregador de peixes, que apesar de ser talentoso, um sabichão, a vida não lhe dará muita sorte, depois de sua vizinha apaixonar por sua inteligência, motivo pelo qual obras para as suas leituras e rascunhos viraram entulhagem depois da Rosa, admiradora de suas poetizações que via-a apenas como uma amiga e não como uma companheira,"espinhá-lo". 

A luneta mágica: Uma garota de luxo que faz elaboração de atividades sexuais para indivíduos que a procuram, e é nesse procurar que um homem muito conhecido nas fontes de comunicações (Tv, rádio e internet) contrata-a para um de seus serviços, um pastor pompa à custa dos fiéis. Porém, o guia espiritual acaba recebendo o preço alto por ter enganado tantas pessoas para beneficio próprio por meio da própria moça que empreitou. 

A promessa: Vamos aventurar na história da jovem Alice, mesmo sem temerário e estando ao instinto ousador, a madrugada parece ser conjugada com a sua insônia e o seu desejo de curtir em sua moto zune as estradas que em poucas horas iriam alvorecer, e é neste aventuramento que a juvenil avive as suas traquinices.

O último romântico: Conheça a historieta de um par constituído por duas pessoas de sexos opostos, um marido não muito amoroso decide em um amanhecer habitual que mudaria a sua maneira de ser com a sua amada, assim ficando mais próximo intimamente, no casualmente alvorecer com contato acasalador após as trocas de interesse em ambos pelo aprazer, o homem como de costume muito ocupado retira-se do lar para ir trabalhar, sentindo-se afortunado com a sua jovem secretária, a outra vida que ideava. 

Campos dos sonhos: Essa é a história de um imberbe de quinze anos que apaixonou por uma garota de treze, estudantes na idem instituição escolar, por meio de uma das amigas dela ele mandava bilhetes apaixonantes, até que em um dia o primeiro encontro aconteceu, o que fizera gostar ainda mais dela depois que pensasse que ambos iriam fugirem, devido o namorado dela ser um negociante ilegal. Um mês em encontros escondidos o menino ficava cada vez mais apaixonado pela adolescente, o dia combinado para ambos juntos fugirem era certeiro que iria acontecer, exceto se ela não tivesse combinado com a quadrilha de seu namorado oficial para espancá-lo no galpão em que acontecerá os seus encontros.

O crime compensa? : Essa é a história de dois infringidores. Moacir e Assis intrépidos até em que momento, até quando? depois de ambos assaltarem uma instituição financeira. Quem matou um dos infringidores? Quem quer ficar com toda a recompensa? Será que compensa a dupla destinar ao perigo?

Pesos e medidas: Uma narração que dá vida ao sentimento de intolerância a um homem casado com uma mulher, que contrata duas pessoas para agredir fisicamente o proprietário de um dos salões de beleza próximos a sua residência por gostar de indivíduos com a sua mesma sexualidade. O homem que contratou os seus agressores, acaba sendo preso, a sua esposa termina o seu relacionamento com ele, e no fim quem ajuda-o é o companheiro da sua vitima. Quer saber o que aconteceu com o dono deste salão de beleza, com o cabeleireiro da Rosa, ex-esposa do homem que planejou tudo? não deixe de equilibrar essa balança da página 147.  

Teorema: O que pode ser certo para uns para outros pode ser considerado o oposto, o que pode ser absoluto para alguns para outrem pode ser como verídicas incertezas. Uma critica ou uma opinião, um pensamento dessemelhante para obstruir, progredir ou aniquilar uma vida, mais de uma ou uma nação?

Epitáfio: Uma narrativa desenvolvida no ambiento de ensino, tendo como protagonista Jeremias aluno excluído e maltratado, vitima de bullying, em um trágico acontecer o menino deixa marcas de contrições pela escola em que estudou um dia. 

Petra: Conheça a história do jovem vidente, mensageiro Jonas Marco que recebe um chamado religioso, no qual Deus se torna o seu êxtase. Uma história de aventuras destinadas a crenças, fé e a profecia que o rebento avive partindo de seu antigo lar. 

Fogo e enxofre: Pela primeira vez um pastor de uma instituição religiosa tem contato ao vivo e em cores  com aquele que a humanidade diz temer em quaisquer religiosidades, a comunicação entre ambos pode mudar a presciência , a prospectiva depois de uma troca de langues.

Caminho de nuvens: Essa é a história de João, um funcionário do município, solitário que tem como objetivação escrever, ser escritor, porém as suas inspirações parecem terem sido roubadas, o seu enlevar pela literatura, pela arte ainda existe. Será João doidão para alguns ou apenas um sonhador procurando razão para viver e parar de consumir o seu trago, sorvo, em dias sem pirotécnicos consigo?

O sétimo selo: Entre páginas de mais de uma vida, o sétimo selo transfere a vivência de Christopher e Sara, Christopher vitima de um câncer pulmonar em estado crítico, a sua esposa tenta dissuadir a ideia que ele tem sobre morrer, em um fluxo lancinante, a narrativa conduz o leitor a um tabuleiro de sentimentalões, entre a crença de Sara, o que é genuíno e uma enfermeira não atuante que talvez queira apenas aliviar o sofrimento do marido e de seus três filhos. 

Quer continuar passeando nessa fábrica de sentidos, então acesse http://www.livrorama.com.br/loja/details.php?p=1921 para conhecer ainda mais esse edifício, adquirindo um exemplar do autor. 

Até a próxima visita, extensão!

Entrevistando um Literato, Um Viajante no vagão de Esopo

Olá prezado seguidor, leitor, visitante. Aceita tomar um café ou um chá literário conosco? Se sim, continue degustando a nossa 1ª entrevista que realizamos com um de nossos autores parceiros. Em uma das nossas paragens anteriores estávamos atrás de quem perdeu uma bagagem em nosso comboio e descobrimos com exclusividade quem é o dono da perdida mala no caminho.



1. ENV (Esopo no vagão): Quem é o(a) escritor(a)?
Autor(a): Rodolpho Gabry.

2. ENV: Sua data de nascimento?
Autor(a): 26 de março de 1992

3. ENV: Uma biografia curricular?
Autor(a): Sou bacharel em Relações Internacionais, já participei de alguns saraus no Rio de Janeiro e em São Paulo e participei também de uma antologia do grupo Poesia Simplesmente. 

4. ENV: Em que país mora? Cidade?
Autor(a): Brasil. Rio de Janeiro.

5. ENV: Já fez parceria com blogues, revistas, editoras? Se sim, cite-os:
Autor(a): Sim. A revista conexão literária e o blog Bookeiro. 

6.ENV: É a sua primeira entrevista?
Autor(a): Não, já fui entrevistado pela revista Conexão Literária e pelo Blog Bookeiro.

7. ENV: Lançou alguma obra? Quais? Editoras que as lançou?
Autor(a): Sim. O Menino Poeta e Dê um Play na Poesia respectivamente. Editora Autografia. 

8. ENV: Qual é o seu objetivo na literatura?
Autor(a): Inspirar outras pessoas no hábito da leitura.

9. ENV: Quais autores expiram-lhe a escrever?
Autor(a): Machado de Assis e Graciliano Ramos.

10. ENV: Em sua opinião como leitor o que falta os escritores inventarem para o "universo da literatura"?
Autor(a): Na minha opinião falta a criação de clubes do livro para incentivar a leitura e o debate.

11. ENV: O que é ser escritor(a) para você? 
Autor(a): É dar o melhor de si para criar obras para as pessoas se inspirarem.

12. ENV: Está lendo obras atualmente? Quais? Por quê? 
Autor(a): Não. Por falta de tempo.

13. ENV: Qual a diferença de um escritor e um leitor?
Autor(a): O escritor usa o seu talento para fazer o leitor viajar em mundos completamente diferentes e o leitor, em contra partida, usa da imaginação para se divertir com esse trabalho.

14. ENV: Quais as dicas você daria para os nossos leitores, seguidores e visitantes que adorariam em algum dia terem a chance de lançarem obras literárias?
Autor(a): A minha principal dica é ler e estudar muito, isso faz as habilidades da pessoa melhorarem cada vez mais.

15. ENV: Quais os links de suas redes sociais para os nossos embarcadores conhecerem-lhe?
Autor(a): https://www.facebook.com/rodolpho.gabrydasilva (Perfil Facebook)


Esopo no vagão atenciosamente agradece por prestigiar os nossos passageiros com a sua arte.

Até a próxima estação! 

Manual para o cérebro - Fazendo arte com criatividade

Gosta de escrever? Criar histórias? A dica é ler a obra "O guia definitivo para o escritor de histórias" do autor Lucas Arantes, o escritor está disponibilizando gratuitamente a obra em http://lucasarantes.com.br/oguiadefinitivoparaoescritordehistorias para quem desejar conhecê-la aos detalhes. 

Não perca a oportunidade de alavancar as suas historietas com esse manual de instruções que foi realizado para incentivar quem admira criar e avivar futuros e atuais textos. 

Até a próxima partida! 

De quem é essa mala?

Inspirado por Joaquim Maria Machado de Assis e Graciliano Ramos de Oliveira ele fez história, deu vida à duas espetaculares obras que deixou marcas no universo literário. Quem é ele? Quem é o autor que em breve nos prestigiará com uma entrevista? Não fique sem conhecê-lo, continue viajando conosco para saber quem está embarcando com uma bagagem de felicitações e ideias para partilhar com aqueles que queiram caminhar em seu destino letrado e acompanhar a sua arte criada. 


Prezado passageiro, quem é o proprietário dessa mala? Ajude-nos a identificar quem é o dono dela que está aberta em nosso vagão. Divirta-se deixando nos comentários quem possa talvez ter perdido a sua bagagem no corredor desse comboio com base aos autores viageiros ou os que não estão ainda percorrendo nesse trilho! 

Flash Literário - Plataforma 107

Destino 74

Livro - Poesia Reunida 

Foram tantas noites de insônia 
roubando os poucos anos que tinha
perdi a conta dos prantos 
contei carneiros e os dias 
e os dias nunca passavam 
ou passavam e eu não via
ficava um aperto no peito 
nem tudo entendia como era
mas que era bonito eu sabia. -Martha Medeiros. 

Quem é o viajante?

Prezado leitor, hoje gostaríamos de convidá-lo para participar da nossa primeira forca literária em nosso comboio. Será que algum passageiro descobrirá quem será o viajante parceiro? Participe escrevendo nos comentários as suas dicas de autores que talvez seja o escritor que em breve será apresentado aos nossos visitantes, seguidores e leitores que trilham conosco em nossas fontes de divulgações, dê partida nas letras para percorrer nas palavras. 

Divirta-se nesta viagem!

Comboio dos Gênios: Hoje é dia de Konstantin Tsiolkovsky

"A terra é o berço da humanidade, mas não se pode viver no berço para sempre". - Pensamento do desbravador russo Konstantin Eduardovick Tsiolkovsky.

Hoje o criador de transportes aeroespaciais convida-lhe para um passeio em sua ciência cosmonáutica. Aceita ser um compatrício? Se a resposta for positiva, prezado cosmonauta considera-se pregresso ao voo especial para 1897, o ano em que o cultor Eduardovick arraigou o primeiro túnel de vento para estudar aerodinâmica.

"Dizem que no espaço ninguém ouve você gritar".- Factível para o filósofo pampsiquista, defensor do espaço. Aos nove anos enfermou por contrair escarlatina, devido ser filho de um polonês expatriado por suas ações revolucionárias. Recobrou-se do mórbido, mas avivou a perda praticamente de toda a sua audição.
Em razão, Konstantin foi desaceitado pelos profissionais da educação em todos os educandários das regiões russianas, sendo uma criança na época em uma família de "pai e filho" sem condições financeiras, vivenciando uma realidade precarizada e adquirindo dificuldade para escutar, foi necessário aprender os conteúdos escolares sozinho, na juventude começou a ir seguidamente para as bibliotecas e, assim construindo a sua própria formação, mesmo "isolado" por não ser permitido integrar as salas de aula, devido não ser um aluno ouvinte.
Nascia a presciência extraveicular nos pensamentos do renitente cientista que havia se transformado em um professor de matemática do ensino médio, que antevia para desenvolver as suas vontades e criações mesmo com conceitos quase irreais de serem reais para a humanidade avivar, como um elevador espacial, uma aspiração pela Torre Eiffel, em Paris, um arcabouço material enlaçando a terra ao espaço.
Tsiolkovsky engendrou monoplanos, giroscópios, foguetes, trajes espaciais e em primado a substância de jatos resultantes por reações químicas que era a praticidade exequível de iniciar idas e vindas por um voo espacial, mesmo passando décadas em estudos, construindo veiculações e projetos que para muitos foram desinteressantíssimos ou ignorados neste período.
Em 1903, o visionário propagou um trabalho sobrestar, não apenas defendendo o uso de foguetes para alcançar o espaço, mas inclusive o cálculo em que "estudava" para encontrar, conquistar a necessária velocidade, impulso físico para que a espaçonave saísse da gravidade da terra e introduzisse na órbita, e anelar os múltiplos estágios dos veículos voantes que inventou. 

Nine Destinações - Comitiva sem Sulco

"Quasi di Verdadi" é uma historieta pormenorizada, erigida pela literata Kelly Christi, uma obra que faz o leitor vivificar uma uniformidade de excessos realistas com pitadas de criações. Em uma langue "Glee" a autora fecundou nove teores colóquios depreendidos em suas ambiguidades em:

Tatuada                    Esquinas femininas e outros centavos
Por 15'                                       Licor de chocolate
O oculto da ciência                     Quasi di Verdadi
Espírito Livre                             A Flecha do Golpe
Simples Assim 

Nesta comitiva de nine assentos, desembocamos em contrapartida a historicidade de Tatuada, uma juvenil vida que reencontra um amor de seu passado em um dia qualquer, não reconhecendo-o à primeira vista, mesmo assim admira-o por atualmente ter feito uma tatuagem, o que faz ambos se encontrarem e partilharem como estão em seus cotidianos.
Por 15', uma coaduna anedota de uma mulher chamada Catarina que está a espera da próxima condução de ônibus para transportar-lhe até a sua habituação, e, é nesse período que discorre uma jocosa narração ocorrida por uma dama vivificante a uma realidade oposta à seus lenços perfumados e aos seus óculos escuros.
O oculto da ciência, ao cenário da família Sarkazéin conhecemos o historiar de Daniel e Aurora, casados há cinco anos, sempre pareciam um casal rejuvenescido pelo tempo e por suas vontades sempre concretizadas, porém jamais pensariam que em algum dia a vida iria separá-los para o nascituro de um filho.
Em honra ao dia de hoje, a história desse conto é ocorrida ao dia 12 de junho, "Espírito Livre", você leitor deve pensar, qual divindade teremos que libertar e tirá-la do enfoque do assujeitar, porém, não estamos falando do idem espírito canino que a autora criou, pois o que ela criou é o nome de um cachorro que a moça Fernanda estava sendo seguida por ele, um cãozinho que começou a acompanhar a sua nova dona em todos os dias de sua vida, e, não apenas no dia dos namorados.
Simples assim, será?! Vale questionar um grupo de amigos com destinos amorosos dessemelhantes, paixões por fado não iguais, em precípuo do jovial Augusto, que apesar de parecer desiludido na vida, ainda assim era uma facécia entre as amizades, o motivo pelo qual os seus amigos tornava-o o foco da turma, se apaixonar por uma artificialidade não era apenas coisa de Augusto, mas inclusive se apaixonar por uma mulher desenhada em um dos quadros de sua estância.
Esquinas femininas e outros centavos, ajude o próximo como puder e não julgue as pessoas, não frustre os sonhos dos outros, um dia é da caça e o outro do caçador, em um momento essa floresta pode virar uma selva, esse gato pode virar um leão.
Licor de chocolate, quem quer?! Quem vai viajar no próximo feriado?! Parece que Tomás estava aguerreando contra os seus próprios pensamentos indecisivos sobre ir ou não viajar... e entre "vou ou não vou", saiu da guerra da indecisão, resolvendo partir para um passeio ainda não repensado, e, na estrada um grupo de Clown encenou no semáforo, uma integrante roubou um beijo do viajante solitário ao gosto de licor de chocolate.
Quasi di verdadi, Sophia, Cacau, Maria, Juliana, Sabrina, Lígia, Camila, Ana, Alice, quem são elas? ou melhor quem é a advogada Sophia? A mulher mais mentirosa da nação? A mais ludibriada pelos homens? ou a ser humana que mais mentia por ser fantasista? Quais outras histórias iria viver sendo outras mulheres em uma só?! Uma mulher penetrada na fraude sobre romances?!
A flecha de golpe, um inacabável dialógico pode aproximar uma extremista com uma coxinha, ou melhor um coxinha, um chuvisco pode não fazer diferença no instinto de um homem e uma mulher que começam essa história desentendendo e opiniões ao deserto vulgo. Aos encontros secretos o tempo não conspirou à favor de coxinha e a extremista (petralha) agregados aos grupos e causas que apoiavam aderidos a questões controvérsias ao país em que viviam.

Embarque "quasi di verdadi" em https://www.saraiva.com.br/quasi-di-verdadi-9522949.html?sku=9522949&force_redirect=1 / https://www.amazon.com.br/Quasi-di-Verdadi-Kelly-Christi-ebook/dp/B06Y6KSM4L/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1492000019&sr=8-1&keywords=QUASI+DI+VERDADI, adquirindo o trabalho de uma autora independente, e, conhecendo http://pequenosdeleites.blogspot.com.br/ mais escriturações de sua autoria.  

Comboio Eventual - Embarcador Tavares

Prezado viajante no dia 23 de junho a partir das 19h00, o escritor e professor universitário português Gonçalo Manuel de Albuquerque Tavares prestigiara-nos com a sua arte e talento afortunando-nos com uma palestra sobre literatura, imaginação e realidade no Unibes Cultural, na rua Oscar Freire, 2.500 - Metrô Sumaré, em parceria com o prêmio Oceanos. 
No ensejo, o autor autografará "O Torcicologologista, excelência" , obra lançada este mês (junho) pela editora Dublinense.  
O cerimonial cultural terá ênfase após o palestrar a solenidade do cantor e compositor Rômulo Fróes que destacará nove canções de sua autoria compostas a partir do livro "Uma menina está perdida no seu século à procura do pai", de Gonçalo M Tavares, que também participará da apresentação musical. 

Acesse unibescultural.org.br e embarque neste vagão inscrevendo-se! 

Voga Literário - "Comboio de Contos Brasilienses"

Prezado livresco, hoje enfatiza-se a obra "Meu Deus, mas que cidade linda" do autor Rodolfo Melo. Uma coletânea urdindo delitos, uma compilação thriller em páginas confabuladas ao ineditismo do planear de uma  narração avivando "estações" de sentimentos, emoções, uma "cachoeira" de contos dramatizados e criados aos cenários brasileiros, uma "torrente" de dezenove histórias aos títulos: 
                                                                                 
Um crime no condomínio                                       Hotel Vitória                   
O poeta que não amava ninguém                            Traição e Fúria
Quando o caos não é teoria                                     Café com leite
O tímido assassino                                                  O último dia dos namorados
Meu Deus, mas que cidade linda                            Chocolate amargo
Um lobo em pele de cordeiro                                  Amar por um fio
Caldeirão do Diabo                                                 Deus sabe o que faz
Aposta Fatal                                                             Recados no espelho
Milagre divino
A história por trás de uma estatística
Cadê o meu Jornal? 

Será que é verossímil? em um condomínio está acontecendo um crime ou uma brincadeira de adolescentes?! ou apenas uma veiculação para aterrorar os residentes desta copropriedade? O poeta que não amava ninguém ou um homem com uma fixação para encontrar uma pessoa para amá-lo com a mesma intensidade de seus poetizares escritos?! Quando o caso não é teoria, o que significa o termo "Perder o ônibus escolar, se atrasar para ser apanhado pela condução que lhe conduz todos os dias para o seu futuro", o seu destino pode estar em jogo ou a sua vida, um imberbe?! Quem afinal é tímido, o assassino ou o tímido, a morte parece não ser tímida ao jovem que fez dela a sua armadura, uma paixão escolar pode transformar novos ares?! Meu Deus, mas que cidade linda, conheça o casal virtual de namorados "Cristiano e Mariana", será que a distância desse romance estende ou ameniza partindo Cristiano de Goias para Brasília para conhecer a sua amada?! Um lobo em pele de cordeiro, um galanteador protegendo a sua verdadeira biografia ou o histórico de um homem que sente na pele o que é ser uma pessoa do sexo feminino e escutar comentários com sombras sórdidas, depois de acordar com o seu físico feminizado?! Será que ainda temos emocional para adentramos ao "Caldeirão do Diabo", a violência pode transformar vidas se tivermos apenas sete anos e presenciar o assassinato dentro de nossos próprios lares dos nossos pais, quem é o infrator, o que quer, qual a razão de estar matando vidas e o destino de uma criança?! Quem nunca sentiu vontade de fazer uma aposta, apostar que leria mais de cinquenta livros em uma semana ou mais de cem em apenas um mês ou apostar que tiraria uma nota excelente em uma prova do semestre sem precisar estudar nada ou apostar com os colegas que conseguiria ficar com aquela garota que fazia o seu coração pulsar um pouco mais forte, executar o decurso de tantos quilômetros ao quesito do apostador, porém não estamos falando de aposta fatal, apostar com a donzela que faz o coração de seu admirador desde do colegial contemplar-lhe e nunca ter a coragem de dizer o que sente para a moça que faz o seu ar querer partir, erigir prospectivas de um "felizes para sempre". Conheça quem foi para sempre e quem ficou em uma cela, mas nunca faça uma aposta fatal. 
O que é afinal um milagre divino para você leitor? Crer em Deus? Acreditar em sua existência? Ou a história de Divino um maranhense que assistiu ao vivo e em cores a morte de seus progenitores e conseguinte foi habituar em um abrigo de freiras, um jovem taciturno que era profissionalmente um assassinador, porém em sua vida parecia existir milagres mesmo não realizando ações formidáveis. 
A história por trás de uma estatística, quais as probabilidades de mudar o fadário de um rebento ainda em fase pueril avivando como um menino curioso em fados infavoráveis, acaba sendo a vítima por habituar-se em uma região suburbana, ao ar clandestino. 
Cadê o meu jornal? Quando estamos acostumados a folhear, compaginar cotidianamente os jornais impressos parece ser uma espécie de hobby ou um passatempo bem informativo e interessante, porém essa vontade pode ultrapassar dos limites quando deparamos com o agregar, a história de dois vizinhos de um prédio desentendendo por causa de alguns pedaços de papéis escritos podendo custar a vida de um dos dois. Um jornal pode delimitar uma vita ou uma vida pode excetuar o tanto de vidas que podem lê-lo?! 
Prezado dileto, aceita hospedar no hotel Vitória? Quem foi o primeiro a hospedar foi Marcelo, um moço que teve a sua primeira experiência intima com uma mulher, uma profissional da área do deleitar e aprazer aos seres varonil. Primeira e última experiência de Marcelo, após vivenciar um acidentar com o seu veículo e morrer. 
Será que um verdadeiro amor, uma verossímil paixão pode perdoar uma traição? Conheça a história de Lucas e Raquel, um traidor ou uma traidora, uma aleivosia entre um casal fervilhado de amor e paixão, que desmoronou o castelo da felicidade pelo fato pérfido de um dos membros desse acasalamento. 
Café com leite, quem é Marcondes? Sônia? O jovem político no atual governo? Quem quer o que nesta narração? Quais os objetivos de cada personagem? Matar? Morrer? Salvar? Mentir? Priorizar quem e o que? 
O último dia dos namorados era para ter sido uma noite romântica e especial para Paulo se não tivesse vivenciado o preconceito, a falta de respeito e intolerância de um trio de moços que havia não apenas criado "zombarias" por ele estar junto com alguém do mesmo sexo. Os desrespeitosos indivíduos no dia em que mataram Paulo, aproveitaram do jovem transformando a violência verbal em física e inclusive sexual. Paulo, tinha certeza que algum dos violentadores queria ter a mesma liberdade que ele tinha para ser quem era na sociedade. Nunca mais o companheiro de Paulo receberia ligações, mensagens e afetos de seu amado. 
Chocolate amargo, aceita degustar um chocolate amargo? Parece que tem alguém procurando um chocolate amargo. Esse narrar refere a Alice Braga, uma vida marcada por cicatrizes de sua pedregosa outrora, de fatos e atos cicatrizados por seu corpo desenquadrado aos esteriótipos, vivenciando cruelmente discriminação, perseguição e momentos frustrantes. Alice com a sua atual e primeira equipe de trabalho atuava hierarquicamente superior, porém os seus sentimentos reprimidos de seu desastroso passado pareciam estarem mais vivo quanto igual a si, e, um pedaço de chocolate amargo foi o suficiente para fazê-la cometer um crime dentro de seu escritório de advogacia, matando com um copo de vidro um dos funcionários que reclamava pelo sumiço de seu chocolate amargo e culpando Alice por ter comido, e no fim, a barra do chocolate amargo apareceu e estava com o próprio rapaz que fez a sua chefe espatifar um copo nele e deixar mais uma cicatriz em seu corpo, dessa vez em uma de suas mãos. 
"Amar por um Fio" essa história é de uma moça chamada Amanda que vivencia a relação conturbada com o seu namorado, e, por ele não deixá-la viver a sua vida, correr atrás de seus sonhos, conseguintemente Amanda termina o namoro com o homem que ela achava que jamais conseguiria avivar sem estar com ele, porém depois de algum tempo ela conhece um rapaz que faz ressurgir uma paixão misteriosa, fazendo com que o moço que ela nutria vontades se tornasse o seu namorado e assim um casal de apaixonados, porém esse felicitar todo que ela estava não era o mesmo que o seu ex sentia, depois de descobrir donde ela habituava. O seu ex-namorado obcecado e acirrado matou-a pois tinha um sentimento doentio brotado em si. 
Deus sabe o que faz. Quer conhecer a história de um pai de família herói? Esse é o conto perfeito para você que aprecia histórias do gênero, um homem que sacrificou a sua vida para salvar outra, porém esqueceu que ser herói também não salvaria a vida de seus filhos, mas deixaria os marcados até a vida adulta, e assim foi com o seu filho mais velho que na época presenciou com apenas treze anos o seu pai sendo devorado por dois tigres, a sua filha mais nova inconformava com o presenciamento dessa fatalidade. Vinte anos depois, ainda era congruente o conseguinte, deus sabe realmente o que faz, aos questionamentos do filho mais velho do seu pai herói, depois de saber que a vida que o seu heroico salvou embriagou-se e perdeu a direção de seu carro importado e bateu de frente com um carro de um casal que estava indo para um hospital para a sua esposa que estava em trabalho de parto. Não aceitando isso como a vontade divina, o seu pai dar a sua vida por um alguém que destruiu outras vidas, outra família sem sentir uma gota de remorso o seu filho mais velho resolveu concertar o destino daquele que deveria ter morrido, matou-o, aquele que para ele se estivesse já enterrado hoje não teria tirado a alegria de uma nova família, e, se deus sabe o que faz, pensou que deus saberia o que estava perfazendo quando era para aquele individuo ser a vitima dos tigres. 
Recados no espelho, essa é a história de um homem e uma mulher casados há cinco anos, Marina é o nome dela, não pode procriar e Mauro traumatizou um tempo atrás por um acidente em que dirigia e vitimou os seus pais, a sua esposa na época ajudou-lhe a recorrer a um psicólogo que também era pastor de uma instituição religiosa. O tratamento de Mauro deixava-o cada vez melhor e menos aflito e culpado pelo acidente, frequentava a igreja que o seu psicólogo era pastor, o que fez apegá-lo pela fé e religião, porém a relação afetiva com a sua esposa não era mais a mesma antes de trocarem alianças no altar. Marina em um dia deixou recados calientes nos espelhos de sua residência, mas o seu marido pouco sentiu interessado em seus escritos despojados de acasalamento. Então, a esposa insatisfeita com a reação de seu esposo as suas expressões inventou uma desculpa para sair de casa, e, foi até a casa de seu amante, e, depois de um novo momento de traição assassinou o homem que parecia estar apaixonado verdadeiramente por ela, o rapaz que apreciava uma relação recíproca foi morto e a sua matadora retornou para o seu lar para jantar com o seu único mais amado. 
Prezado, findando esse compêndio, essa súmula de vítimas e violões, conheça esse obrar literário com mais detalhes em completude e deixe nos comentários qual ou quais contos apreciou mais, adquira-o em http://www.livrariacultura.com.br/p/meu-deus-mas-que-cidade-linda-46504213?id_link=8787&adtype=pla&id_link=8787&adtype=pla&gclid=Cj0KEQjw9r7JBRCj37PlltTskaMBEiQAKTzTfHqlTaf2p-r6-hDkfYQMMmptBzccKMWBESqVozLrJx0aAggW8P8HAQ

Até a próxima estação! 

Vagão Literário - Embarcação 24

Prezado avivador da literatura, embarque em nossa nova edição de Conexão Literatura que destaca Conceição Evaristo, escritora e ativista do movimento negro, destaque da mostra do Itaú Cultural com suas "Escrevivências". O que é bem interessante é que a autora era leitora e fã de Carolina de Jesus, outra grande escritora que foi destaque da nossa edição anterior (edição nº 23). Confira a entrevista exclusiva que um dos nossos editores conseguiu realizar com a Conceição nas páginas da revista. Esse mês não trazemos a coluna "Conexão Nerd", pois no lugar colocamos super audiolivros gratuitos. Basta clicar nos links indicados na página 03 da revista para ouvi-lo gratuitamente, uma parceria que fizemos com a editora Alyá, que publica seus áudios através da plataforma do site Universidade Falada. Como sempre, trazemos entrevistas com autores, crônicas, contos e dicas de livros. Aproveite a nossa edição e compartilhe com os seus amigos. Mas, antes de terminar esse editorial, nossa equipe encerra com a seguinte reflexão: Faça mais pelo próximo. Reclamar é fácil e o que mais vemos hoje são pessoas reclamando nas redes socais, seja sobre política, aumento dos preços, baixo salário, falta de segurança nas ruas, etc. Mas, o que essas pessoas que reclamam tanto fazem pelo próximo? Vivemos em sociedade e devemos pensar no coletivo. Seja um exemplo, comece a fazer boas ações em casa, mostre para os seus filhos ou parentes que uma boa ação pode trazer grandes resultados. Seja um bom aluno em sua escola, respeite os professores, colegas e funcionários, pois esse é o local em que algumas pessoas se sentem reprimidas devido a apelidos e perseguições por causa das diversidades, sejam elas culturais, religiosas ou étnicas. Cuide das mesas e cadeiras das quais você senta todos os dias e pare de reclamar que elas estão quebradas, pois se elas estão assim foi porque algum aluno a quebrou. Trabalhe com honestidade e respeite o seu colega de trabalho, clientes ou funcionários, pois o que mais existe hoje são patrões opressores. Se o horário de entrada de um funcionário é 8h, 8h5 já é motivo para repreendê-lo e humilhá-lo, mas ele não levou em conta que esse mesmo funcionário se desempenha muito bem em suas funções, que ele tem filhos, reside distante do local e depende do transporte público. Se as pessoas fossem mais amigas e compreensivas, seja patrões ou funcionários, professores e alunos, membros de uma família, etc, pode ter certeza que o mundo ao redor de cada um seria bem melhor e mais feliz :)

PARA SABER COMO BAIXAR A EDIÇÃO DE JUNHO, ACESSE: 

Até a próxima edição :)

Viagem para o Conhecimento

Viagem para o Conhecimento
Fumaça Fixa - Trilho Fixo